Publicação no JC Online sobre o single “Débora” e o álbum “A Ilha Da Inconsciência No Espelho Polifônico Das Bifurcações Do Tempo”, que chegará no mercado em março pelo Discobertas.

 

MÚSICA

Júlio Ferraz, do Novanguarda, lança single e anuncia disco solo

Músico lança álbum em março influenciado por rock psicodelico, jazz e folk

Publicado em 24/02/2016, às 12h39



Natural de Floresta, Júlio Ferraz é influenciado pela psicodelia brasileira / Foto: Marina de Azevedo/ Divulgação

Natural de Floresta, Júlio Ferraz é influenciado pela psicodelia brasileira

Foto: Marina de Azevedo/ Divulgação


GGabriel Albuquerque

Júlio Ferraz, vocalista do grupo Novanguarda, começa em 2016 a sua carreira solo. Em parceria com o selo carioca Discobertas, do pesquisador Marcelo Fróes, ele lança um compacto digital com as faixas Débora mais a sobra de estúdio Por Trás das Linhas. O material está disponível no YouTube (abaixo), Spotify, Deezer e Itunes.

Misturando jazz, psicodelia, folk e influências da tropicália, o single antecipa o primeiro disco solo de Júlio, que está previsto para março e leva o título de A Ilha da Inconsciência no Espelho Polifônico das Bifurcações do Tempo. O músico antecipa que esta é a primeira parte de uma trilogia, que deve ter um álbum lançado por ano.

“Eu sempre tive o desejo de lançar um álbum com todas as possibilidades que eu sabia que eram possíveis. Eu sou da música desde que nasci e vivo dela até hoje, como pretendo continuar sempre firme junto aos meu ideais. O álbum solo é uma razão mais libertária. Uma banda, por mais original que busque ser, o mercado sempre termina engolindo com tags, o público sempre se apega a algo, e eu como uma figura ‘pessoa’ e não um alter ego, não me vejo no risco de me prender a nada, apenas sinto e entro em meu labirinto ‘polirítimico’ que atravessa muitas influências, desde a Filarmônica Nelson Barros da Rosa, de Floresta, ao tropicalismo e aos Beatles”, diz o pernambucano natural de Floresta, município do interior do Estado. “O título abraça toda minha carreira até hoje e a cidade cheia de personalidades e pessoas curiosas que crio em minha trilogia”, completa.

Mesmo com a carreira solo do vocalista, a Novanguarda, é bom lembrar, não acabou. A banda ainda planeja o lançamento de um novo álbum para novembro deste ano.

Palavras-chave



http://jconline.ne10.uol.com.br/includes/inc.LinksPatrocinadosUol.php?news